Cartografia

Meios de Orientação

Localizar-se, estabelecer caminhos e orientar-se para seguir a direção certa: isso sempre acompanhou a história do homem na Terra. O que mudou, ao longo do tempo, foram os recursos (equipamentos, instrumentos), as características do espaço geográfico e, por conseqüência, os referenciais para localização e para orientação.
Dependendo das características do espaço geográfico, dos aspectos culturais dos povos, da disponibilidade de equipamentos, recursos, como plantas e mapas, e dos referenciais, a maneira de orientar-se e localizar-se variam.
Pode-se localizar tomando por base referenciais como ruas, construções, estradas, rios, etc (situação comum à maioria das pessoas), ou por meio de conhecimentos geográficos, tais como: interpretação de plantas e mapas; domínio de noções sobre coordenadas geográficas – latitude e longitude -, manuseio e leitura de equipamentos, como GPS, bússola. 
A rosa dos ventos é composta por pontos Cardeais, Colaterais e Subcolaterais.
A Rosa dos Ventos com os pontos Cardeais, Colaterais e Subcolaterais
Fonte: http://cantinhodateodosia.blogspot.com/p/bussolas.html
Os Cardeais são:
N – (N) – Norte – North
S – (S) – Sul – South
L – (E) – Leste – East
O – (W) – Oeste – West
Os Colaterais (entre os pontos Cardeais):
NE – Nordeste
SE – Sudeste
SO – Sudoeste
NO – Noroeste
Já os Subcolaterais (entre os pontos Colaterais) são:
N-NE – Norte Nordeste
E-NE – Leste Nordeste
E-SE – Leste Sudeste
S-SE – Sul Sudeste
S-SO – Sul Sudoeste
O-SO – Oeste Sudoeste
O-NO – Oeste Noroeste
N-NO – Norte Noroeste
Esses são os pontos que facilitam a orientação na superfície terrestre. A noção a respeito desses pontos de orientação é fundamental para estabelecer os deslocamentos aéreos e marítimos, por exemplo, ou em locais onde não há estradas, como regiões desérticas e áreas florestais. 
Fonte: http://www.linguagemgeografica.blogspot.com.br/
  • AS ESTRELAS DO CÉU
Sem equipamentos é possível orientar-se por alguns astros. Os astros sempre tiveram um papel importante na orientação de homens e mulheres ao longo da história, em particular nos deslocamentos de longa distância. Somente mais recentemente, no decorrer do século 20, com o avanço tecnológico mais acelerado, é que equipamentos, como o GPS, passaram a dispensar, praticamente, os astros na orientação. 
Fonte: UOL Educação
Disponível em: http://educacao.uol.com.br/geografia/orientacao-e-localizacao-pontos-cardeais-e-outras-referencias.jhtm




Fonte do texto acima: http://professoralexeinowatzki.webnode.com.br/

Sobre o autor

Gabriel Caldeira

Técnico Ambiental, Blogueiro, youtuber, adepto a esportes radicais em meio a natureza, professor de geografia e de vários cursos virtuais, atualmente está cursando Geografia na PUC Minas. Trabalha incansavelmente, para promover o compartilhamento de informações relevantes na rede, escreve, grava, edita e compartilha todo tipo de coisa que envolva a geografia.
É aspirante a documentarista, engajado nas causas ambientais e sempre caminha no sentido da inovação.

Deixe um comentário