Geologia Geomorfologia

Correntes de convecção

Circulação lenta de matéria provocada por diferenças de temperatura e de densidade. As correntes de convecção são as responsáveis pela deslocação das placas litosféricas.
Os materiais rochosos no interior do manto encontram-se a temperaturas muito elevadas (da ordem dos 4800oC, junto ao núcleo), enquanto próximo da superfície da Terra se encontram a temperaturas muito mais baixas (em média cerca de 150oC). A elevada diferença de temperatura provoca a subida dos materiais quentes e, portanto, menos densos, até ao limite superior da astenosfera; aí, divergem lateralmente, arrefecendo à medida que se vão deslocando, tornam-se mais densos do que os materiais circundantes e mergulham novamente, em direcção à zona mais quente, onde se iniciou o movimento de ascenção, fechando um circuito. Estas correntes circulares de materiais são denominadas correntes de convecção e o circuito é designado célula de convecção.
Também se admite que o núcleo externo, extremamente quente, se encontra no estado de fusão; o calor desta região propaga-se para o manto, por condução; as partes externas do núcleo arrefecem mais do que as internas e, devido à diminuição da temperatura, produz-se um aumento da densidade no material. O material, mais frio e mais denso, desce e o material da parte interna do núcleo, mais quente e menos denso, sobe, gerando-se, também, correntes de convecção.,

Sobre o autor

Gabriel Caldeira

Técnico Ambiental, Blogueiro, youtuber, adepto a esportes radicais em meio a natureza, professor de geografia e de vários cursos virtuais, atualmente está cursando Geografia na PUC Minas. Trabalha incansavelmente, para promover o compartilhamento de informações relevantes na rede, escreve, grava, edita e compartilha todo tipo de coisa que envolva a geografia.
É aspirante a documentarista, engajado nas causas ambientais e sempre caminha no sentido da inovação.

Me siga: https://www.instagram.com/gabrielcgeo/

Deixe um comentário